Palestra “Confúcio e o menino sem nome”: adaptação e intertextualidade. Márcia Schmaltz Universidade de Macau

Data do Evento: 
qui, 09/08/2012 - 10:00 - 11:00

Local: SALA 261, Prédio de Letras, Avenida Luciano Gualberto 403, Cidade 

Universitária, São Paulo

 

“Confúcio e o menino sem nome”: adaptação e intertextualidade.

Márcia Schmaltz

Universidade de Macau

 

Geralmente, a fábula é considerada como uma história curta que traz 
uma lição de moral ao leitor. Acontece que essa definição parece 
insuficiente no caso das fábulas chinesas. Sobretudo porque essa 
lição de moral nem sempre está presente. Ou, então, não existe uma 
lição de moral, mas várias, tantas quanto o leitor encontrar, dentro 
das marcas propostas pelo autor. Nesse caso, em vez de fechar-se, a 
fábula abre-se para um estágio anterior à conclusão dada de bandeja.
Nessa palestra, apresento alguns desafios de se transpor não apenas a 
linguagem, mas também valores culturais e tradições diferentes do 
conto chinês “Confúcio e o menino sem nome” (SCHMALTZ e CAPPARELLI, 
2010). Para tanto, descreverei os procedimentos adotados para a 
busca, a seleção e a preparação do original; a intertextualidade e a 
função do conto dentro do sistema literário chinês e as adaptações 
realizadas para se adequar ao sistema de literatura infantil 
brasileiro. Finalmente, reconstituirei o processo da tradução de 
alguns diálogos entre Confúcio e o menino do chinês para o português, 
baseada na tradição da narrativa oral brasileira.

Palavras-chave: Tradução chinês-português, Literatura infantil, 
intertextualidade, adaptação.

 

Ms. Márcia Schmaltz 修安琪, Departamento de Português / Department of
Portuguese, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas / Faculty of Social
Science and Humanities -